PopVizu FIT | TRASH Day

Pessoal, a polêmica é grande em torno do que chamamos de “dia livre”, mais conhecido como “dia do lixo”, aquele dia ou refeição que muitos escolhem para comer o que quiserem, sem restrições de quantidade ou tipo de comida ingerida. É claro que nesses momentos as opções mais comuns são massas, frituras, gorduras e doces em geral. Sou orientado para não cair nesse tipo de armadilha.

IMG_9469-0.PNG
A questão é que seguindo uma dieta bem balanceada, com nutrientes necessários e equilíbrio correto de proteína e carboidratos limpos, o organismo se habitua a trabalhar de uma determinada forma. O seu metabolismo então irá, com o tempo, trabalhar sempre ao seu favor em termos de ganho ou manutenção de massa magra. Mesmo em descanso ele estará queimando gordura. A sensação de bem estar é excelente e a disposição vai crescendo. Você não sente mais aquela fome das primeiras semanas e se acostuma a alimentar-se nos horários corretos. Galera, a gente não come quando sente fome, a gente come na hora correta, essa é a prática correta.

IMG_9650.PNG
Ai chega aquele sábado ou domingo e você pede uma pizza. Ou você come um sorvete. Ou pior: faz ingestão de bebida alcoólica. Certamente vai ouvir seus amigos dizerem: “Come, não vai fazer diferença nenhuma, você malha muito, relaxa, pára de ser louco”. E é bem provável que seu metabolismo, acelerado e limpo, realmente nem assimile aquela quantidade de açúcar ou gordura. É quase certeza, porém, que você passe mal depois ou tenha azia, indigestão ou algo do tipo. Você acabou de colocar uma gota de tinta vermelha em um balde de água cristalina. Se isso virar uma prática de todo final de semana infelizmente a água vai ficando cada vez mais vermelha.

Pode parecer radicalismo, pois muitos praticantes de atividade física malham para poder comer sem culpa mesmo ou apenas para manter o peso. Não se preocupam tanto com alimentação ou resultados, ganhas e perdas. Mas para quem treina é crucial, se não vetar totalmente o “dia do lixo” pelo menos torná-lo cada vez mais raro.

IMG_9651.PNG
Uma coisa eu garanto: a vontade de comer aquele chocolate ou aquela batata frita, eventualmente vai diminuir ou passar de vez. Simplesmente não será mais sacrifício abrir mão de determinadas comidas. Muito menos será necessário abrir mão do prazer de comer que muitos falam por aí. Seu prazer em comer vai apenas mudar de gosto. Vamo nessa e #stay fit!!!
@davidlnogueira

IMG_9652.PNG

Anúncios

Suplementos | David Nogueira

O mercado de nutrição esportiva e suplementação alimentar teve um verdadeiro boom nos últimos cinco anos. Muita gente começou a entender que isso era uma das chaves para o sucesso de uma rotina fitness. O que muitos não sabem, porém, é que o uso errado da suplementação leva ao sério risco de sobrecarregar seu organismo de nutrientes que o corpo simplesmente não terá capacidade de absorver.

suplemento-alimentar

Vamos começar pelo básico da suplementação: a famosa whey protein. Esse suplemento é indispensável dentro de uma boa dieta para praticantes de musculação. Das várias versões que podemos encontrar no mercado a isolada é a que tem o melhor custo benefício, pois possui baixos teores de carboidratos e uma absorção mais rápida. É importante ficar atento aos teores de sódio que não devem ultrapassar 100mg por dose. Uma curiosidade é que os teores de proteína, carboidrato, sódio e até o número de porções de um pote de whey protein mudam de acordo com o sabor de produto. É muito importante ficar atento aos rótulos!

Suplementos

Um outro suplemento importante é o Waizy Maize. Diferente das mais conhecidas Maltodextrina e Dextrose, esse é um carboidrato limpo, ou seja, com baixo índice glicêmico e indicado para perda ou manutenção de peso. Ele serve para dar energia antes do treino e também deve ser ingerido em conjunto com a proteína pós-treino. Não podemos esquecer também do BCCA, os aminoácidos de cadeia ramificada, que servem para construção e manutenção muscular. Importante para quem treina pesado e quer manter o máximo de massa magra possível.

creatina-1

Esses são os três pilares de uma boa suplementação alimentar que irá potencializar os resultados dos seus treinos. Eu, particularmente, também acho importante um polivitaminico para garantir que o corpo não enfraqueça diante do esforço de sua rotina de treinos e também um ômega 3, que previne colesterol, inflamações, dentre outros benefícios.
Por fim, faço uso de pré-treinos que me dão maior “gás” na hora dos treinamentos mais intensivos. É comum ouvir falar que após um período de uso o pré-treino não faz mais efeito. Recomendo trocar de marca e problema resolvido! Existem excelentes marcas no mercado com composições diferentes que irão lhe ajudar na hora do cansaço ou da preguiça de ir treinar.

Agora, tudo isso deverá ser feito com uma orientação de um médico e/ou um nutricionista esportivo. É indispensável o acompanhamento de um profissional. Na próxima coluna vou falar sobre reeducação alimentar .

Vamo nessa e #stay fit!!!

@davidlnogueira

Popvizu FIT | Personal Trainer

Sabe quando dizem que para parar de fumar você tem que tirar de vista todos os objetos e cortar os hábitos que te lembram cigarro? Pois no fitness é o contrário. Um dos truques que aprendi para me manter sempre motivado é me cercar de coisas que lembram esse universo. Comprei revistas especializadas, livros sobre o assunto, coloquei fotos na porta da geladeira, comprei roupas de academia novas, entrei em fóruns e comunidades nas redes sociais, comecei a seguir pessoas e páginas focadas nisso. Me cerquei, por todos os lados, de coisas relacionadas a esse mundo.

foto-Personal-trainer1

Outro passo importante foi encontrar uma academia que me identificasse, gostasse do ambiente. Comecei logo numa academia de bodybuilder no qual todo mundo era forte e sarado. Olhava pro lado e pensava: “eles vão ver!”…rs. Então isso era um incentivo diário, olhar como eu desejava transformar meu corpo para ficar parecido com aqueles que eu via. Porém, logicamente, raciocinei que nem todos tem a mesma genética e que eu nunca fui um atleta, além de ex-gordinho. Precisava de uma ajuda profissional.

bulk up pt

Marquei uma consulta com um nutricionista esportivo que, além de tirar todas as minhas medidas e meus percentuais, fez uma dieta balanceada e, sobretudo, personalizada para as minhas necessidades. Uma dica é solicitar uma dieta viável. Não adianta colocar alimentos na dieta que você não irá consumir ou que você simplesmente não vai ter tempo para preparar ou armazenar. Entendi que os horários de alimentação são fundamentais, nem precisa falar que comer de 3 em 3 horas é básico. Deixar seu metabolismo sempre acelerado para que, mesmo em descanso, ele continue trabalhando a seu favor. Alguns truques como beber um copo de 500ml água gelada pela manhã, logo ao acordar, ajudam. Falando em água, beber muita água é fundamental, mantendo sempre a urina clara. Bebo, em média, 4-5 litros de água por dia. Ah, e passar fome, nem pensar. Passar muito tempo sem comer desacelera seu metabolismo e dificulta a perda de peso no futuro. Tenha sempre um lanche prático em mãos, como barras de cereais, barras de proteína, mix de castanhas, etc. Outra coisa: leia todos os rótulos antes de comprar qualquer produto no supermercado. Priorize produtos integrais sempre e fuja do sódio como o diabo foge da cruz. Índices de sódio alto faz mal a saúde e retém líquido, inimigo numero 1 da barriga tanquinho. Muita informação? Concordo, por isso marque com um nutricionista e faça sua avaliação/dieta.

Personal-Training1

 Outro profissional importante na mudança de sua rotina será um personal trainer. Nem todos podem contratar, mas quem pode, deve. Quem não pode procure treinar com um amigo ou busque sempre a ajuda dos instrutores da academia. O personal trainer, além de fazer uma ficha de treinos específica para você e para seus objetivos, servirá como um professor, motivador, treinador. Escolha um de sua confiança e trace em conjunto com ele (e o nutricionista) suas metas. Pergunte, questione, sugira. Ele está lá para isso. E o bom personal trainer vai puxar seus limites, evitar lesões, corrigir postura, tempo de descanso e muitas coisas que irão potencializar seus treinos. Na próxima coluna vou falar especificamente sobre comportamentos (certos e errados) na academia. Vamo nessa e #stay fit!!!

@davidlnogueira

Motivação FIT | David Nogueira

Se você está se sentindo o protagonista de um comercial de gelatina Royal não se desespere!!

Olha lá minha foto em 2010 e agora em 2014 e pensa apenas que tudo tem que começar de algum lugar. Encontrar uma motivação é fundamental.  A minha foi melhorar o aspecto visual, confesso que no primeiro instante não pensei em outros benefícios, mas garanto que foram muitos. A SUA motivação pode ser melhorar a saúde, melhorar seu bem estar, melhorar sua disposição. A questão é: precisamos todos fazer algum tipo de atividade física. E acreditem, quando fazemos melhoramos também nossa saúde mental. Exercitar-se regularmente libera uma substancia no nosso corpo chamada endorfina, que aumenta a sensação de bem estar e diminui o stress. Ok, isso é chover no molhado e não vou ficar aqui todo didático tentando explicar esse conjunto de pontos positivos.  A questão é: COMECE. Vai demorar um pouquinho, mas você vai aprender a gostar. Chega daquela coisa de: “não gosto de academia”, “não tenho tempo”, “gente fitness é meio burra”. Tudo desculpa ou preconceito. Pessoal, não sou burro, garanto! Rsrs.

Man-Stretch-Run-Fitness-Exercise

Então vamos começar do começo: qual o seu objetivo? Ganhar massa muscular? Ganhar volume? Emagrecer? Definir a musculatura? Estabeleça algo claro e corra atrás. Minha sugestão será sempre iniciar com uma consulta ao médico e ao nutricionista. Fazer todos os exames e tirar todos seus índices e percentuais possíveis. Ficou na moda dizer seu BF hoje em dia. BF é o seu Body Fat, seu percentual de gordura. Muita gente gosta de ostentar seu BF como se fosse um atestado de saúde ou de “gostosura”. Calma lá, isso é muito relativo já que depende de inúmeros fatores como objetivo e genética. Mas, ok, tire e guarde seu BF com cuidado pois será um fator motivacional, no mínimo. Lembra que eu disse que tinha um BF de 25%? Já tive em 6% e hoje estou na casa dos 10%. Ah ta, atletas com David Beckham tem um percentual em torno de 2%-3%, mas não vamos comparar, né?

davi nogueira popvizu fit

Definiu seu objetivo? Então vamos lá. Mãos a obra. Eu comecei com a famosa e temida esteira. Aposto que pensou: “é chato”. Coloque um set de músicas bacana ou opte por andar ao ar livre. Não pode ser chato, se for chato você não vai conseguir manter a freqüência. O importante é preparar e condicionar seu corpo para futuras atividades mais intensas. Sabia que andar 30 minutos todos os dias (aliado a uma dieta balanceada) diminui sensivelmente seu percentual de gordura já no primeiro mês? Eu, particularmente, não corro pois procuro eliminar apenas gordura e evitar perda de massa muscular. Então eu só ando mesmo, às vezes ando inclinado, mas nunca passo da velocidade 6 na esteira (dá até para ficar no whatsapp…rs).

SummerFitness

Então recomendo essa estratégia: comece andando. Dê, literalmente, o primeiro passo. Faça caminhadas durante um mês, faça disso algo prazeroso, encontre um horário que lhe seja viável, chame um amigo e mantenha a freqüência de pelo menos 3x ou 4x por semana. Lembre-se: sem freqüência, nada feito. Vamo nessa e #stay fit!!!

@davidlnogueira

#POPVIZUFIT | David Nogueira

Hey Guys! Hoje passo o bastão para falar sobre projetos Fitness ao meu novo amigo e agora super parceiro do POPVIZU, David Nogueira. Com ele vocês irão acompanhar aqui nossa coluna POPVIZU FIT, todas as semanas. Com vocês, David!

1010011_10200765967289128_1799689937_n
Foto: Juliana Maceió

Minha comida favorita sempre foi batata frita. Não sabia nem que existia batata de outro tipo, muito menos doce! E sempre fui gordinho. Aqueles gordinhos que não tiram a camiseta na praia e que os colegas de escola gostavam de apelidar. Fiz um intercambio cultural para os Estados Unidos na adolescência e pasmem: voltei uns 15kg mais magro. Não, não foi dieta…

Peguei catapora aos 16 anos de idade! Voltei magro, mas com aquele aspecto flácido de quem não move um músculo nem pra dar tchau. Aos 20 anos entrei na academia e não sabia nem por onde começar. Não existia essa infinidade de informações (falsas e verdadeiras) sobre atividade física, as academias eram de bairro e lojas de suplementação eram raridade. Foram 8 anos entrando e saindo de academias, parando e voltando… Os resultados nunca chegavam e quer saber de uma coisa: eu tinha cansado.

Tinha decido que era muito trabalho para pouco resultado. Horas na esteira eram as mesmas calorias de um chocolate??? Ah, não, era um absurdo isso!!!! Rsrs.  Passando na rua um dia vi uma academia que era de frente para o mar, enorme e com uma vista incrível. Quem sabe naquele ambiente eu não me empolgava? O problema era que todo mundo lá era lindo e sarado e eu magro e branquelo. E todos tomavam uns suplementos depois de malhar. E repito: todos eram lindos. Menos eu.

O primeiro passo que dei foi me consultar com um nutricionista especializado em atletas. Tava mal… Percentual de gordura em 25%!!!!! Mas ele me disse que eu tinha potencial, que meu corpo era proporcional (como assim?? 25% de gordura!!!!). Comecei a me informar sobre o assunto, pedi ajuda para todos os sarados colegas de academia, comprei revistas, pesquisei em sites e comecei a tomar gosto. Mudei minha alimentação e comecei a fazer uso de suplementação. Logo percebi que era esse era um dos segredos. 70% dieta e 30% treino. Era essa a proporção. Notei também que estabelecer um objetivo era fundamental. Ganhar volume? Secar? Definir?

Palavras como bulking, cutting e off limpo, off sujo (fases de um planejamento físico) começaram a fazer sentido. E então recorri ao último reforço: um personal trainer. Sempre achei exagero e futilidade contratar um serviço desses porém não poderia estar mais errado. Um personal trainer é muito mais do que o cara que te ajuda com os pesos, ele é seu motivador e seu professor… mas isso é pauta para outro dia…. A questão é que com a devida motivação, senso de superação, sacrifício, paciência (muita) e dedicação todos nós podemos chegar longe. Não apenas no aspecto visual, mais importante ainda: na disposição, na saúde e no bem estar.

Nas próximas semanas dividirei com vocês cuidados, mitos, dicas, verdades e mentiras sobre o universo fitness através do olhar de quem pratica. Não sou atleta profissional ou formado em educação física mas aprendi tudo que sei com orientação do meu nutricionista e do meu professor de educação física. Descobri que fazer o viável e manter a freqüência funciona muito mais do que dietas milagrosas de verão. Ser fitness não é moda, é estilo de vida. Então, stay fit e até a próxima!

David Nogueira
@davidlnogueira