Cotton Project / SPFWN46

“Hiperrealidade…

Condição em que o que é real e o que  é ficção é tão perfeitamente misturado  ao ponto de ser impossível saber onde um  começa e outro termina. O termo nasceu na União  Soviética que, em sua decadência econômica nos anos  80, ainda possuía propaganda positiva sobre o sistema,  deixando confusos os moradores. Hoje em dia o conceito é  aplicado de propaganda política do Trump até a relação com  a “bolha” nas redes sociais”

“A  sunny  place for  shady people…”

 

Para edição N46 do São Paulo Fashion Week, a Cotton Project faz um paralelo entre o documentário Hypernormalisation, de Adam Curtis e o atual cenário em que vivemos. Pelo olhar de Rafael Varandas, a grife explora o conceito em que é impossível decodificar o que é real e o que é ficção, em um mundo aonde tudo é tão perfeitamente misturado, que não é possível saber onde um começa e o outro termina.

O ponto de partida da coleção é feita pelo estereótipo do turista de veraneio ao redor do mundo, tendo seu start na década de 60, no Hotel  Du Cap, na Riviera Francesa até os dias de hoje. A estação carrega uma rica bagagem de códigos aspiracionais e hedonistas, mas também esconde um lado sombrio, de obscuridades sociais à problemática do lixo.

Pela primeira vez, a grife desfila uma coleção feminina, que é além da versão masculina, que tem o sportswear em seu DNA. A Cotton Project para as mulheres, aposta na auto expressão, criatividade, dedicação e no senso  de comunidade, mood que já faz parte da turma de mulheres que hoje, representam 30% dos clientes da marca.

Colabs Cotton Project

Cotton  Project x  LOUIE

A segunda parceria entre as duas grifes, agora  para o Verão 2019, segue o tema do desfile,  a hiperrealidade do verão, e aposta no mocassim.  Costurado à mão e feito com couro, a peça virá  em três cores: todo preto, camurça avelã e branco;  todos em matéria-prima natural.

Cotton  Project x  Visionari 

Duas  marcas  independentes  e de design autoral,  Cotton Project e Visionari  se unem nesta edição do SPFW  na curadoria dos óculos de sol  que definem a Hiperrealidade do Verão.    Da imagem de glamour da estação, consolidada  na Rivera Francesa na metade do século passado,  até a relação conturbada com o turismo nos dias de  hoje; as duas marcas trazem modelos que descrevem esta  relação de realidade e ficção do Verão. A seleção  passa por  modelos “gatinho”,  representados pelos óculos  Isabela, Pamela e Marianne;  até modelos mais contemporâneos,  representado pelos modelos Vinyl e  Wooster Ace. Todos da marca Illesteva.

Cotton  Project x  Bento Store

A  Hiperrealidade  do Verão mostra a  relação entre os dois  lados da estação. Do lado  real, um dos maiores problemas  gira em torno do lixo gerado, em especial  do plástico. Com foco na redução do consumo  de garrafas plásticas, a Cotton Project se une  a Bento Store para customizar uma garrafa térmica, a  Bento GO! que mantém as bebidas geladas por 24 horas e  as quentes por até 12 horas, uma alternativa para hidratação  diária sem a geração de lixo. Um mosquetão permite a fixação da  garrafa em bolsas e calças.

Cotton  Project x  Sprint Têxtil

A  Sprint  Têxtil trouxe inovadoras  soluções em estamparia digital para o verão da Cotton Project, com quatro  estampas em diversas bases, que darão origem de camisas a calças, tanto  para a linha masculina quanto feminina

Cotton  Project x  Beauté

A beleza, assinada pelo beauty artist Dindi Hojah segue o mood da coleção, trazendo uma referência fresh e atemporal, com make by Klasmē, e cabelo com produtos da Lowell Cosméticos.

www.cottonproject.com.br

@cottonproject

Levi’s® x Justin Timberlake

A Levi’s® anuncia o lançamento de sua colaboração com o músico, ator e dez vezes vencedor do Grammy Justin Timberlake. Juntos, eles estão lançando a coleçãoFresh Leaves, uma visão moderna das peças icônicas Levi’s® inspiradas pelo amor de Justin à música. A coleção inaugural “Fresh Leaves” de Levi’s® x Justin Timberlake será vendida em todo o mundo em lojas selecionadas Levi’s®, no Levi.com.br e também nas lojas físicas selecionadas a partir do dia 23 de outubro.

“Como um símbolo da autêntica auto expressão, as roupas Levi’s® sempre foram usadas por músicos com vozes originais e também por seus fãs em todo o mundo. Justin incorpora o espírito autêntico da Levi’s® e temos orgulho em fazer uma parceria com ele nesta coleção”, disse Jennifer Sey, Chief Marketing Officer de Levi Strauss & Co.

O nome “Fresh Leaves” teve origem no conceito de Timberlake fazendo sua própria marca e oferecendo uma nova versão em peças atemporais que serão deixadas para a próxima geração. Ele trabalhou com a equipe de Design da Levi’s® para reinventar algumas das peças mais icônicas da marca de formas inesperadas, resultando em peças clássicas com um toque diferente – peças, cores, padrões e silhuetas familiares, mas alteradas, misturadas e reformadas para um novo visual.
“As roupas são tão importantes para o processo criativo e o desempenho de um músico quanto a música em si. Essa coleção Levi’s® é minha tentativa de compartilhar algumas das minhas experiências com os fãs”, disse Timberlake.

Justin juntou-se à equipe de design da Levi’s® para criar a coleção exclusiva durante sessões de design e audição no San Francisco Eureka Innovation Lab da marca, nos Arquivos da Levi’s® e no showroom em Los Angeles, o Haus of Strauss. O resultado foi uma coleção de 20 peças masculinas com base nos fits mais icônicos através de uma lente inesperada e moderna.

“Nós imediatamente nos conectamos com Justin na criação de peças que combinavam o familiar com o inesperado. Inspirado pelas histórias por trás da música de Justin, usamos materiais clássicos – lona, xadrez, camo, flanela, sherpa e denim em silhuetas familiares e ícones da Levi’s® e os remixamos infundindo elementos de streetwear e hits da modernidade”, disse Karyn Hillman, Chief Product Officer da Levi Strauss & Co.

A coleção cápsula apresenta o melhor dos ícones da Levi’s®, todos baseados em qualidade artesanal e tecidos premium. A coleção oferece toques modernos de streetwear e brinca com proporções, oferecendo comprimentos oversized e mais longos, e adicionando capuzes em truckers e camisas. Os icônicos Red Tab e o patch de couro “Two Horse Pull” da Levi’s® apresentam escrita em preto e são elementos exclusivos de branding para esta coleção. As peças-chave incluem uma nova adição ao portfólio de fits Levi’s® – o 501® Slim Taper – o mais novo membro da família 501®, inspirado na forma como Justin usa seu 501®.

DOCTHOS VERÃO 2019

Atitude e estilo contemporâneo fazem parte do DNA da Docthos e são fortemente notados na coleção Verão 2019. Com muita identidade de marca, a alfaiataria cool se mescla com peças clássicas que ganham mais leveza, novas estampas, texturas, tecidos e cartela de cores, e estão em perfeita sintonia com a estação.

347008_827903_dcth3852_web_

As t-shirts aparecem com florais médios e grandes em tons fortes, que se contrastam com bases claras, trazendo mais sutileza para produções originais, que combinam facilmente com o looks em xadrez ou suas diversas variações como plaid check e tartan. Para garantir o frescor da estação a camisaria vem em tecidos leves, como o linho e até mesmo o algodão, com tramas mais abertas.

Cores claras como o menta, azul serenite, ou o rosa quartzo contrastam com as mais fortes, como camelo e vermelho hibisco, harmonizando com azuis que aparecem no jeanswear,onde se destacam tons claros.

O verão da marca personifica um homem atualizado, que busca praticidade e o conforto principalmente, e preza por um guarda-roupa versátil para qualquer situação, indo para o trabalho ou até em momentos de lazer. As grandes apostas da label são as peças para a composição de looks color-ful, além do mix de estampas e jeans destroyed.

A coleção Docthos já está disponível nas lojas multimarcas, em todo o território nacional, além de sua loja online no sitewww.docthos.com.br.

 

Ford KA FressStyle #KA2019

Se o assunto é sobre carros, vou adiantar que o papo entre os “populares” esta mais do que bombando, SIM, quando a pauta é pra falar sobre carros com história no Brasil, e, que vem remodelando seu estilo, mecânica e sobretudo, repensando na questão sobre consumo de combustível, o #KA2019 é o que ha nessa parada, sem mencionar, a tecnologia que envolve todo o modelo, espelhamento de celular na tela (e também do waze através do Ford Sync) torque e o melhor, o tamanho interno dele.

Dentre os carros já testados pelo Pedrones aqui, confesso ter ficado SURPRESO e muito bem realizado com o desempenho do KA. ele que é um lançamento global da Ford e pioneiro de uma nova categoria no mercado nacional, a dos CUVs (Compact Utility Vehicle). Com seu estilo inovador, o utilitário possui altura elevada e suspensão robusta para quem gosta de aventura. Além disso, o carro conta com o potente e econômico motor 1.5 de 136 cv, inédito câmbio automático, além do manual, e espaço interior com uma combinação exclusiva de cores, e bancos que mesclam couro e tecido.

O modelo também vem equipado com um pacote completo de segurança, configurado pelos seus seis airbags e o sistema anticapotamento ARP (Active Rollover Protection), que detecta a possibilidade de acidente e, se for necessário, aciona o freio automaticamente.

Além disso, o veículo conta com a tecnologia EasyStart, que dispensa o uso de gasolina para partidas a frio, trazendo maior economia e fazendo do Ka FreeStyle o carro com melhor desempenho da categoria.

Também gostaríamos de destacar algumas tecnologias de assistência ao motorista, que são:

SelectShift: Função presente no câmbio, que possibilita trocas manuais por meio de uma alavanca, permitindo uma direção mais esportiva para quem busca uma experiência completa.

SYNC 3: avançado sistema de conectividade presente nos carros da Ford, em sua versão mais atualizada com tela de 6,5 polegadas, sensível ao toque e compatível com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay. A central também permite o espelhamento do Waze e o acesso a vários aplicativos com comandos de voz e uso intuitivo. Ela é acompanhada de duas entradas USB de carga rápida no console. Câmera de ré e sensor de estacionamento: novidades no compacto, oferecem mais segurança e praticidade ao estacionar.

Levi’s Vintage Clothing

Às vezes, a melhor maneira de entender a cultura americana é vê-la retratada através das lentes de um lugar e pessoas completamente diferentes. Para Levi’s® Vintage Clothing Primavera/Verão 2018, essa lente é o filme jamaicano Rockers, de 1978, e os estilos coloridos dancehall e reggae inspirados nos roqueiros jamaicanos daquela época. Durante a década de 50, os jamaicanos viajaram para os EUA para comprar discos de Rhythm and Blues e, durante esse período, vivenciaram parte da última moda nos Estados Unidos. Quando os anos 60 deram lugar aos 70, e com a música ska e rocksteady se transformando em dancehall e reggae, surgiu um estilo distinto jamaicano de roupas que misturava workwear, sportswear e peças customizadas. O resultado é uma mistura colorida de jeans e Truckers, knit tees e camisetas dos anos 60, calças Sta-Prest, malhas estampadas e jaquetas casuais.

unnamed.jpg

Junto com o Rockers, a temporada Primavera/Verão 2018 também foi inspirada pela viagem à Jamaica do designer-chefe de Levi’s Vintage Clothing, Paul O’Neill, e pelos personagens coloridos que ele conheceu durante suas viagens – alguns dos quais até apareceram no filme original. A coleção resultante é o que O’Neill chama de “uma mistura de roupas americanas clássicas com roupas masculinas dos velhos tempos da Jamaica”. Isso inclui jeans regulares, camisetas e Jaquetas Trucker, além de camisas de malha dos anos 60, camisas de manga curta estampadas, calças STA-pressed, saias jeans e até mesmo uma flare estilo anos 70 (que, ao contrário das calças “boca de sino” da era hippie, abrem a partir da coxa ao invés do joelho).

unnamed (1).jpg

Um destaque especial nesta coleção é o corduroy, usado em uma calça skinny Sta-prest, um jeans de 14 linhas, um jeans de 4 linhas extra grosso e uma jaqueta Trucker com patchwork de 11 cores diferentes. Por falar em cores, a paleta desta temporada usa fortemente os tons terrosos dos anos 60 e 70, com ferrugem, ouro e verde escuro destacando-se ao lado dos clássicos tons índigo e azul-escuro. Assim como o reggae, Levi’s® Vintage Clothing Primavera/Verão 2018 é uma mistura clássica do estilo americano, dos anos 60 e 70 e do estilo descontraído da ilha.

image4.png